Arquivos
 10/08/2014 a 16/08/2014
 06/04/2014 a 12/04/2014
 27/10/2013 a 02/11/2013
 16/06/2013 a 22/06/2013
 29/07/2012 a 04/08/2012
 01/05/2011 a 07/05/2011
 12/12/2010 a 18/12/2010
 14/11/2010 a 20/11/2010
 10/10/2010 a 16/10/2010
 08/08/2010 a 14/08/2010
 11/07/2010 a 17/07/2010
 04/07/2010 a 10/07/2010
 27/06/2010 a 03/07/2010
 28/03/2010 a 03/04/2010
 21/03/2010 a 27/03/2010
 07/02/2010 a 13/02/2010
 31/01/2010 a 06/02/2010
 10/01/2010 a 16/01/2010
 27/12/2009 a 02/01/2010
 13/12/2009 a 19/12/2009
 29/11/2009 a 05/12/2009
 22/11/2009 a 28/11/2009
 15/11/2009 a 21/11/2009
 01/11/2009 a 07/11/2009
 25/10/2009 a 31/10/2009
 27/09/2009 a 03/10/2009
 16/08/2009 a 22/08/2009
 09/08/2009 a 15/08/2009
 12/07/2009 a 18/07/2009
 21/06/2009 a 27/06/2009
 03/05/2009 a 09/05/2009
 22/03/2009 a 28/03/2009
 15/03/2009 a 21/03/2009
 08/03/2009 a 14/03/2009
 11/01/2009 a 17/01/2009
 07/12/2008 a 13/12/2008
 16/11/2008 a 22/11/2008
 26/10/2008 a 01/11/2008
 28/09/2008 a 04/10/2008
 07/09/2008 a 13/09/2008
 31/08/2008 a 06/09/2008
 29/07/2007 a 04/08/2007
 08/07/2007 a 14/07/2007
 03/06/2007 a 09/06/2007
 25/03/2007 a 31/03/2007
 18/03/2007 a 24/03/2007

Votação
 Dê uma nota para meu blog



Blog de montgomeryvasconcelos
 


Denúncia do Prof. Dr. Montgomery Vasconcelos, presidente da FUCIRLA, à ONU via Presidente do Brasil sobre a Invasão de Pilotos norte-americanos à Nação, seguindo às ordens de Bush e Reino Unido que assim matam 154 brasileiros desprotegidos

CARTA-DENÚNCIA À ONU VIA PRESIDENTE DO BRASIL

AO

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL

ASSUNTO: DECLARAÇÃO E DENÚNCIA À ONU DE INVASÃO DOS EUA AO BRASIL

Senhor presidente,

Urge reforma do Governo Brasileiro, Ministério da Defesa e Reforma Universitária ampla geral e irrestrita, a fim de erradicar o analfabetismo crasso no Brasil, posto que se estende a todas as esferas do saber e demais áreas, além de atingir também todos os setores do conjunto estrutural, estético, ideológico e biológico da sociedade, vivendo já em plena e absoluta corrupção, a saber: educação, política, economia, cultura, defesa, antropologia, justiça, esporte, religião, sistema e Soberania Nacional.

Soberania Nacional essa, invadida e aterrorizada a 29/9/2006 (sexta-feira à tarde, aproximadamente às 16h.48min.) por dois pilotos norte-americanos, terroristas legalizados pelos EUA e pela ONU, que tripudiam e zombam da nação quando invadem o Território Brasileiro e voam a qualquer hora, do jeito que bem entendem, transgridem a ordem de vôo sobre e sob atribuição e determinação da Infraero e do Ministério da Defesa do Brasil, apáticos e amorfos, e que mesmo diante de ato tão nefasto causando a morte de 154 heróis-mártires brasileiros indefesos, dentre eles, colegas cientistas do CNPq, sequer um pedido de explicação e apuração na forma da lei, sob os auspícios da ONU, ao mandante desses pilotos lacaios, o terrorista mor dos EUA, Bush, foi feito até o presente.

Afinal, é esta a sua resposta ao Pronunciamento de Paz do Presidente do Brasil na ONU há poucos dias? Eis aí como Bush atua quando é solicitado à convivência com as diferenças daqueles povos que se recusam à guerra. Assim como fez no Iraque vem e faz da mesma forma agora no Brasil e nem ninguém da Infraero nem Autoridade do Ministério da Defesa, tampouco As Forças Armadas dignam-se a declarar à ONU invasão tão infame, humilhante, indigna e vergonhosa. Eis aí o signo da corrupção no Brasil mais destroçado, esfacelado, escrachado, óbvio, trivial e ululante, denunciando o seu mais alto grau de analfabetismo nacional, atingindo à esfera universal já aqui e agora e nenhum sol a brilhar sobre esta treva brasileira que se aplaca de forma eterna em época tão nefasta e órfã para seus filhos desprotegidos.

Até quando o Brasil ignora a invasão desses famigerados terroristas norte-americanos, dos EUA e do Reino Unido, que já insatisfeitos com as Malvinas Argentinas, agora cobiçam e se apropriam da Amazônia Brasileira, assim de forma tão inescrupulosa desses caras-de-pau? Até quando As Forças Armadas vão adiar A Defesa do Estado Brasileiro diante de tantas invasões vergonhosas, indignas e sem honra para os verdadeiros brasileiros que a tudo assistem impotentes?

Respeitosamente,

São Paulo, 7 de outubro de 2006.

Prof. Dr. Montgomery Vasconcelos

(Presidente da Fundação Científica Reis de Leão e Astúrias)



Escrito por montgomeryvasconcelos@bol.com. às 14h55
[] [envie esta mensagem
]





Presidente da Fundação Científica Reis de Leão e Astúrias faz denúncia à ONU via Ministro da Defesa sobre Invasão de Pilotos norte-americanos ao Brasil, seguindo às ordens de Bush e Reino Unido, que matam 154 brasileiros desprotegidos e impotentes

CARTA-DENÚNCIA À ONU VIA MINISTRO DA DEFESA DO BRASIL

AO EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO DA DEFESA

ASSUNTO: DECLARAÇÃO E DENÚNCIA À ONU DE INVASÃO DOS EUA AO BRASIL

Senhor Ministro da Defesa,

Inicialmente, parabenizo Vossa Excelência pela condução competente, responsável, prudente e abalizada com que vem conduzindo o destino da nação frente ao ataque terrorista mais descarado dos EUA ao Brasil, desde as últimas invasões que fizeram ao Iraque. Todavia, embora o vosso currículo tranqüilize pelo brilhantismo o Brasil, nunca é demais lembrá-lo, neste momento difícil para todos os brasileiros, que não se deve tratar inimigo com flores, mas sim na mesma altura e moeda, senão daqui a pouco Vossa Excelência será obrigado a admitir que a culpa desse atentado nefasto sob a farsa de acidente aéreo seja das vítimas, os 154 mortos indefesos, pois isso também é o que o terrorista jornalista norte-americano deixa parecer ao mundo, quando na verdade a sua precipitação frente aos fatos só prova a própria condenação do mesmo ao antecipar o resultado das investigações dos órgãos competentes para tal.

         Contudo, por mais que seja difícil admitir o contrário diante de tais fatos, Vossa Excelência deverá ter plena consciência de que urge reforma no Ministério da Defesa e Reforma Universitária ampla geral e irrestrita, a fim de erradicar o analfabetismo crasso no Brasil. Posto que tal analfabetismo crasso no Brasil se estende a todas as esferas do saber e demais áreas, além de atingir também todos os setores do conjunto estrutural, estético, ideológico e biológico da sociedade, vivendo já em plena e absoluta corrupção, a saber: educação, política, economia, cultura, defesa, antropologia, justiça, esporte, religião, sistema, relações internacionais e soberania nacional.

Soberania nacional essa invadida e aterrorizada a 29/9/2006 (sexta-feira à tarde, aproximadamente às 16h.48min.) por dois pilotos norte-americanos, terroristas legalizados pelos EUA e pela ONU, que tripudiam e zombam da nação quando invadem o território brasileiro e voam a qualquer hora, do jeito que bem entendem, transgridem a ordem de vôo sobre e sob atribuição e determinação da Infraero e do Ministério da Defesa do Brasil, apáticos e amorfos, e que mesmo diante de ato tão nefasto causando a morte de 154 heróis-mártires brasileiros indefesos, dentre eles, colegas cientistas do CNPq, sequer um pedido de explicação e apuração na forma da lei, sob os auspícios da ONU, ao mandante desses pilotos lacaios, o terrorista mor dos EUA, Bush, foi feito até o presente.

Afinal, é esta a sua resposta ao pronunciamento de paz do Presidente do Brasil na ONU há poucos dias? Eis aí como Bush atua quando lhe é solicitado à convivência com as diferenças daqueles povos que se recusam à guerra. Assim como fez no Iraque vem e faz da mesma forma aqui e agora no Brasil, e nem ninguém da Infraero nem autoridade do Ministério da Defesa, tampouco as Forças Armadas dignam-se a declarar à ONU invasão tão infame, humilhante, indigna e vergonhosa. Eis aí o signo da corrupção no Brasil mais destroçado, esfacelado, escrachado, óbvio, trivial e ululante, denunciando o seu mais alto grau de analfabetismo nacional, atingindo à esfera universal já aqui e agora e nenhum sol a brilhar sobre esta treva brasileira que se aplaca de forma truculenta em época tão nefasta e órfã para seus filhos desprotegidos.

Até quando o Brasil ignora a invasão desses famigerados terroristas norte-americanos, dos EUA e do Reino Unido, que já insatisfeitos com as Malvinas Argentinas, agora cobiçam e se apropriam da Amazônia Brasileira, assim de forma tão inescrupulosa e truculenta desses caras-de-pau? Até quando as Forças Armadas vão adiar a defesa do Estado Brasileiro diante de tantas invasões vergonhosas, indignas e sem honra para os verdadeiros brasileiros que a tudo assistem impotentes?

Respeitosamente,

São Paulo, 9 de outubro de 2006.

Prof. Dr. Montgomery Vasconcelos

(Presidente da Fundação Científica Reis de Leão e Astúrias)



Escrito por montgomeryvasconcelos@bol.com. às 14h53
[] [envie esta mensagem
]



 
  [ Ver arquivos anteriores ]