Arquivos
 10/08/2014 a 16/08/2014
 06/04/2014 a 12/04/2014
 27/10/2013 a 02/11/2013
 16/06/2013 a 22/06/2013
 29/07/2012 a 04/08/2012
 01/05/2011 a 07/05/2011
 12/12/2010 a 18/12/2010
 14/11/2010 a 20/11/2010
 10/10/2010 a 16/10/2010
 08/08/2010 a 14/08/2010
 11/07/2010 a 17/07/2010
 04/07/2010 a 10/07/2010
 27/06/2010 a 03/07/2010
 28/03/2010 a 03/04/2010
 21/03/2010 a 27/03/2010
 07/02/2010 a 13/02/2010
 31/01/2010 a 06/02/2010
 10/01/2010 a 16/01/2010
 27/12/2009 a 02/01/2010
 13/12/2009 a 19/12/2009
 29/11/2009 a 05/12/2009
 22/11/2009 a 28/11/2009
 15/11/2009 a 21/11/2009
 01/11/2009 a 07/11/2009
 25/10/2009 a 31/10/2009
 27/09/2009 a 03/10/2009
 16/08/2009 a 22/08/2009
 09/08/2009 a 15/08/2009
 12/07/2009 a 18/07/2009
 21/06/2009 a 27/06/2009
 03/05/2009 a 09/05/2009
 22/03/2009 a 28/03/2009
 15/03/2009 a 21/03/2009
 08/03/2009 a 14/03/2009
 11/01/2009 a 17/01/2009
 07/12/2008 a 13/12/2008
 16/11/2008 a 22/11/2008
 26/10/2008 a 01/11/2008
 28/09/2008 a 04/10/2008
 07/09/2008 a 13/09/2008
 31/08/2008 a 06/09/2008
 29/07/2007 a 04/08/2007
 08/07/2007 a 14/07/2007
 03/06/2007 a 09/06/2007
 25/03/2007 a 31/03/2007
 18/03/2007 a 24/03/2007

Votação
 Dê uma nota para meu blog



Blog de montgomeryvasconcelos
 


Autor do Manifesto Brasil, doutor em Comunicação e Semiótica/PUC-SP, presidente da FUCIRLA-SP, Prof. Dr. Montgomery Vasconcelos propõe monarquia pra salvar a Nação da Crise Global Econômica

manifesto brasil

SONETO À NAÇÃO BRASIL

Se o luar-prata de seus olhos penetrasse

O castanho romântico de minhas retinas

Veria em meu pulso o verde-esperança dá-se

À coragem Nação Brasil em serpentinas.

Se a lua em carnaval de seus olhos amasse

O castanho-flor mais felino do eu traquinas

Veria meu coração-leão das colombinas

Beijar seu rosto lindo quando eu o tocasse.

Por isso caí logo em carnaval cúmplice

De minha própria traição tão amorosa,

Pois pensei denunciar um dia o seu olhar,

Rápido como um raio de feitiço tríplice,

Cerrando as portas da saudade duma Rosa,

Que se fez Nação Brasil semente pra eu amar.

São Paulo, 28 de fevereiro de 2009.

[Montgomery Vasconcelos]

1. Viva monarquia já pro Imperador do Brasil, o Rei Dom Luiz Inácio Lula da Silva! Viva a Rainha, sua esposa, Dona Marisa Letícia da Silva! Viva o príncipe, seu filho, Dom Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha! Mas Marcelo Tas pensando o quê agora? 15, 20, 30 mi, bi ou trilhões de reais da Telemar? Viva Primeira Ministra Dilma Rousseff pra monarquia assentada em bases sólidas na Dinastia dos Silva que se inicia no filme: “Lula, o filho do Brasil”! E agora se estende ao mito caído “Fenômeno” Ronaldo que em muito breve a Nação Gavião da Fiel junto à Nação Brasil o reerguerá como Ronaldo Goleador pra nunca mais deixá-lo tombar!

2. Viva a “reserva de 230 bilhões de reais do Brasil” [Senador Aloizio Mercadante/PT-SP, tvsenado, 10-3-2009] angariada à custa do sacrifício e suor de sangue da Nação, embora imprescindível à base sólida atual alcançada. Mas agora é imperioso que Dom Lula faça com essa reserva de 230 bilhões de reais distribuição de renda justa e moradia pros 200 milhões de brasileiros, a fim de honrar a unidade nacional, o tesouro nacional e a soberania nacional! Dom Lula, tal como o Imperador Romano Otávio, siga o desígnio do maior poeta latino da Roma Antiga, com vaticínio direto de Deus pra si: “Otávio César, lembra-te de governar os povos sob teu domínio; tuas artes consistirão em impor as condições da paz, poupar os vencidos e subjugar os soberbos.” [Virgílio, 70 a.C. in A Eneida, 19 a.C.]

3. Viva aprovação de Dom Lula no Ibope que lhe dá aceitação com 85% dos 200 milhões de brasileiros! Caso ímpar nunca ocorrido nem nas dinastias portuguesas, tampouco no regime presidencial de seus antecessores, os presidentes republicanos do Brasil. Posto que se trata de Dom Lula ser mesmo o mito brasileiro sem orgulho, mas humilde com virtude e generosidade. Razão pela qual Dom Lula é considerado o Pai dos pobres e Dona Marisa, a Mãe dos pobres! Daí que ambos são imprescindíveis à condução da Nação Brasil, pois receberam o dom da “temperança” [Aristóteles, 384-322 a.C.] e têm intocável seu caráter inteiro, de unidade e soberania nacional, jamais de partido (PT = Perda Total) ou coisa lá que o valha!

4. Nenhuma sociedade vive sem mito tampouco a sociedade brasileira! Na democracia do Brasil, a Crise Global Econômica dos Estados Unidos da América do Norte/EUA junto à Europa estróina da moeda Euro é responsabilidade de todos 200 milhões de brasileiros! Se a Nação transfere tal responsabilidade à Presidência da República apenas, então também libere Monarquia já pra Dom Lula, pro Brasil e pro Continente Latino Americano ignorar de vez a Crise Global Econômica dos EUA [Bush, Obama e o escambau] “O que é bom para os Estados Unidos da América do Norte/EUA não é bom para o Brasil!” [Senador José Maranhão/PMDB-PB, tvsenado, 2008] “O dinheiro que deveria ir para as obras prioritárias dos municípios escorre pelos esgotos da corrupção e dos desvios.” [Senador Jarbas Vasconcelos/PMDB-PE, tvsenado, 3-3-2009] “Viver é um ato político!” [Deputado Federal Clodovil Hernandes/PR-SP, 17/6/1937-17/3/2009]

5. Viva “Combate à Corrupção” - Programa do Plano de Governo da Campanha de 2002 do candidato Dom Lula à Presidência da República. “A política é a arte de engolir sapos!” [Dom Lula/PT-SP, 2002] paradigma quebrado no signo que lhe denomina “sapo barbudo” Leonel Brizola/PDT-RJ [1922-2004] estando mais pra “Príncipe Encantado” ou “Pavão Misterioso” com esses seus 85% de aceitação no Ibope. “Em boca fechada não entra mosquito!” [Severino Vasconcelos/Eleitor-PB, 1919-2000] “Há mais injustiça na condenação de inocentes do que em crimes impunes!” [Montgomery Vasconcelos/Semioticista-SP, 2009] “A corrupção é o cupim da República.” [Presidente da Câmara Ulisses Guimarães/PMDB-SP, 1916-1992, mentor e promulgador da Constituição Brasileira/1988] Pra tanto há que se criar em todos ministérios o cargo público de “Fofoqueiro Oficial”. Ressalte-se que este Fofoqueiro Oficial foi estratégia imprescindível à luta contra a corrupção, eliminada de vez por ele na era medieval e renascentista, segundo o filólogo russo Mikhail Bakhtin [1895-1975] em a sua obra “A cultura popular na Idade Média e no Renascimento: o contexto de François Rabelais” [Bakhtin, 1993: 1-419]

6. Viva Plebiscito já pra monarquia no Brasil e seu mito, o Imperador Dom Luiz Inácio Lula da Silva, o salvador da Pátria e do Continente Latino Americano, o único desígnio de Deus! À Corte há que se lhe disporem os Condes: Chiquinho Escarpa, Carola, Pelé, Oscar Niemeyer, Ariano Suassuna, Paulo Coelho, Ivo Pitangui, Delfim Netto, Ronaldo “Fenômeno”, Roberto Carlos, Chico Buarque, Geraldo Vandré, Marta/Eduardo Suplicy, Paulo Maluf, Ronaldo Ésper, Cristian Pior, Silvio Santos, Hebe Camargo, Antônio Abujamra, José Celso Martinez Corrêa [Zé Celso] Cacá Rosset, Bibi Ferreira, José Mojica Marins [Zé do Caixão] Inezita Barroso, Gisele Bündchen, Amaury Jr, João Dória Júnior, Dom Eugênio Sales, Bispo Macedo, Pe. Marcelo Rossi, Antônio Ermírio de Moraes, Abílio Diniz, Eike Batista, Elke Maravilha, Wilza Carla, José Vasconcelos, Juca Chaves etc.  

7. Viva o mito triádico do Continente Latino Americano e vida longa pra eles: Lula + Chavez + Morales = LuChaMos! Estratégia a ser seguida tem de ser: “rapidez de ação + sensatez do juízo = temperança na medida exata” [Platão, séc. V a.C.] Outra razão de Aristóteles pontificar o caráter universal da poesia frente ao caráter apenas particular da história, por meio de verossimilhança rumo à busca da verdade: “...a poesia é algo de mais filosófico e mais sério do que a história, pois refere aquela principalmente o universal, e esta o particular.” [Aristóteles, séc. V a.C., Mito trágico e mito tradicional in: Poética]

(Prof. Dr. Montgomery Vasconcelos/FUCIRLA/São Paulo-SP/Brasil)

(Concursado 1º lugar-1991 à Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/UFMS)

 

 



Escrito por montgomeryvasconcelos@bol.com. às 22h47
[] [envie esta mensagem
]





Autor do Manifesto Brasil, doutor em Comunicação e Semiótica/PUC-SP, presidente da FUCIRLA-SP, Prof. Dr. Montgomery Vasconcelos propõe monarquia pra salvar a nação da crise

manifesto brasil I

8. Viva a liberdade de expressão como bem a defendeu até com sua própria vida certo escritor e poeta francês: “Discordo radicalmente de suas idéias, mas defenderei seu direito de expressá-las com a minha própria vida se for preciso!” Além do mais o Artigo 5º da Constituição Brasileira/1988 garante que “A Comunicação é livre”.  

9. Viva o Tupi, o Guarani, o Xingu, o Curupira, o Karajá, a Nação Kamaiurá e Pataxós-hã-hã-hães, os últimos heróis épicos brasileiros descendentes do mito Tupã, nativos donos legítimos da terra Brasil de fato, de direito e por vontade divina sim, também desígnio de Deus!

10. Viva Zé Carneiro, o último sertanejo antimito Lampião, contudo também herói épico do Brasil em Boqueirão-PB, resistência à saudade de quem chora rindo e assim quebra paradigmas e paradoxos dum capitalismo desumano, mesmo morto ainda causa danos irreparáveis. Capitalismo esse que lhe mata atirando a esmo sem lhe perguntar nem ler seus direitos, nem tampouco os de Luciene Barbosa, escravizada e torturada junto ao filho, uma criança inocente/Bahia-Brasil, e nem muito menos os de Antônio Mariano da Silva/Recife-PE, mas é quem antes deles morre! “Também morre quem atira!” [Marcelo D2, Falcão et ali]

11. Viva o mito caído “Fenômeno” Ronaldo, imprescindível ao futebol brasileiro porque Perseverança é o seu nome! Reforcem os Alambrados pra “catarse” [Aristóteles, 384-322 a.C. ou séc. V. a.C.] pois a Fênix Ronaldo renasce das cinzas celebrado herói épico nacional na música virtuosa “Ronaldo é gol!” [Marcelo D2] Viva o futebol brasileiro e vivam Técnicos da estirpe de Mano Menezes e Wanderlei Luxemburgo! Viva o Corinthians por perseverar no trabalho árduo de recuperação desse mito caído “Fenômeno” Ronaldo alevantado no mito Ronaldo Goleador e mostrar ao mundo que os atletas brasileiros merecem respeito, honra e dignidade por meio da unidade nacional! Viva o Palmeira pela solidariedade e generosidade como adversário à altura do maior clássico nacional, arrebatando o mundo nessa façanha de reerguer o mito caído “Fenômeno” Ronaldo pra nunca mais abandoná-lo às garras do futebol estrangeiro, que após sugá-lo devolve só o bagaço, mas “Ninguém se perde na volta!” [José Américo de Almeida, “A Bagaceira”, 1928]     

12. Viva comunicação da Record News Brasil 24 Horas de Plantão, que inicia 2009 assentada em bases sólidas do Jornalismo/Verdade. Haja vista ter por certo como dever sagrado prestar serviço comprometido com o discurso social à sociedade brasileira. Este tem de ser seu compromisso social único e exclusivo. Posto que a verdade tem de continuar como atribuição e virtude desde sua cena inaugural, na década de 1950, auferindo-lhe caráter pioneiro na audiência televisiva e midiática. Pioneirismo esse, inclusive, por meio de suas manifestações ideológicas assertivas nos discursos sociais patrióticos dos revolucionários “Festivais da Record”/1960. É. “Quem sabe faz a Hora não espera acontecer!” [Geraldo Vandré, nascido a 12-9-1935 na Paraíba, consagrando-se no III FIC/1968 com a canção revolucionária “Pra não dizer que não falei de flores” e a síntese: “A vida não se resume em Festivais!”/1969] Por que então negam Lula à monarquia, vocação do Brasil descoberto sob tal manto e responsabilidade?  

13. Viva tal responsabilidade cobrada pelos 200 milhões de telespectadores brasileiros, bem como tais sentimentos de unidade, nacionalidade, soberania e patriotismo dos festivais supracitados.  Responsabilidades estas que pesam deveras sobre os ombros de todos e quaisquer profissionais seus: mil jornalistas em todo Brasil só pra Record News, tocando 200 pra Record/São Paulo, ainda poucos neste país com dimensões continentais.

14. Viva tal atribuição da Record que nem tampouco, nem nunca, nem jamais tamanhas responsabilidades podem ser transferidas a outros quaisquer veículos de comunicação ou coisa lá que o valha. Quem nunca teve, tem, nem terá ciência disso dentre esses mil jornalistas “pede pra sair!” porque o contrário é ser pernóstico, o que jamais se confunde com orgulho próprio, virtude só aceita em licença poética de Augusto dos Anjos [1884-1914] o mais verossímil poeta do Brasil, a saber: “A maldade do mundo é muito grande!/Mas o meu orgulho inda é maior do que ela!” [Augusto dos Anjos, 1912]

15. Os 200 milhões de telespectadores brasileiros pagam muitos impostos e os mais altos do mundo, logo também mais respeito com os seus direitos, que disso cuida a justiça e sabe-se lá como ela anda. Todavia: “As Leis são as rainhas de uma cidade que se não as cumpre entra em corrupção total!” [Aristóteles, séc. V a.C.] Filósofo grego este que ainda pontifica à Nação Brasileira, em breve modelo ao mundo inteiro, sob os auspícios da sabedoria aristotélica à luz da paz, do amor, da cordialidade e da fraternidade, a saber: “A Lei é a razão livre da paixão.” [Aristóteles, séc. V a.C.]

16. Nesse diapasão, o “Jornalismo/Verdade” da Record News Brasil 24 Horas de Plantão instaura 2009 como a indústria sem chaminé da comunicação. Comunicação esta que se inicia promissora desde novelas como “Poder Paralelo” às reportagens do “Fala Brasil”, “Jornal Record”, “Record Internacional”, “Câmera Record News”, “Arquivo Record”, “Mundo Meio-Dia”, “Estilo Saúde”, “Beleza na Favela”, “Gol Futebol Arte”, “Selvagem ao Extremo”, “Hoje em Dia” e outros sob a tutela de atores da estirpe dum Antônio Abujamra a jornalistas exemplares como Nathália Arcuri, Camila Busnello, Renata Alves, Adriana Bittar, Ana Hickman, Eduardo Ribeiro, Celso Freitas, Janine Borba, Marcos Hummel, Paulo Amorim, Percival de Souza, Eliakim Araújo, Oscar Schmidt e demais. Que tal Universidade Record?

17. Viva o trabalho desses mil Profissionais da Record atuando em linhas e perspectivas respeitosas aos 200 milhões de telespectadores brasileiros quando se lhes reportam o fato com imparcialidade por meio da verdade. Mas sobretudo sem produzir tal fato assentado em bases frágeis e falsas de estranha fogueira das vaidades do borogodó, do balacobaco, do telecoteco, do ziriguidum, da urucubaca no forrobodó, nem ser parcial, como por exemplo: explorar imagens não autorizadas de adultos e menores, mesmo em transgressões, porque isto fere frontal, mortal e imoral à Declaração Universal dos Direitos Humanos.

18. Não lhes bastassem haver pra tal a forma da lei: juizado de menores, vara criminal, civil, vara de família, tutelas policiais e demais pretorias jurídicas. Arre com tantos controles descontrolados e ineficazes, posto que são produtos da hipocrisia social e de seus erros assentados em bases imperdoáveis da ganância, que nem sequer poupa seus próprios filhos e crianças.

19. Viva o jornalismo de mil jornalistas/Record que nem sequer cumprem além de seus deveres, prova de que é possível se reportar à “verdade” porque “A mentira tem pernas curtas!” [Sócrates, séc. V a.C.]

20. Viva o jornalismo de mil jornalistas/Record que exploram 5% de sua percepção, imaginem se de repente ousam 10% aí a concorrência abre falência com a mentira explicando tudo por meio de absurdo porque “A verdade nasce entre os seres humanos!” [Sócrates, séc. V a.C.]

21. Por que é quase impossível 200 milhões de telespectadores brasileiros verem seus direitos garantidos completos e totalmente?

22. Com a morte do capitalismo chega às Nações a era das sapatadas, quem as ignora com imensos tetos de vidros que aguente as consequências, inclusive materiais, espirituais e psicológicas. Ou do contrário os respeite e os admita com humildade, a irmã da sabedoria! Então que se promova já em 2009 ao menos um meio termo, o que seria de bom tamanho como bem pontifica o filósofo grego: “A metade é um bom começo!” [Aristóteles, séc. V a.C.]

(Prof. Dr. Montgomery Vasconcelos/FUCIRLA/São Paulo-SP/Brasil)

(Concursado 1º lugar-1991 à Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/UFMS)



Escrito por montgomeryvasconcelos@bol.com. às 22h14
[] [envie esta mensagem
]



 
  [ Ver arquivos anteriores ]